Blog

Aparelho ortodôntico x Bruxismo

Aparelho ortodôntico x Bruxismo

APARELHO ORTODÔNTICO  X  BRUXISMO

 

Muitos pacientes perguntam se o aparelho ortodôntico trata o bruxismo. Na verdade a resposta é não. O tratamento ortodôntico não trata o bruxismo em si.

O bruxismo é uma condição neurológica, é o ato de apertar e/ou ranger os dentes de forma consciente ou inconsciente. Todo mundo pode apresentar um quadro de bruxismo, porém as consequências desse bruxismo (trismos, dores de cabeça, dores musculares, fadiga, desgastes dentários..) são muito mais danosos em pacientes que não possuem uma mordida (ocluão) adequada. Já pacientes que foram submetidos a um tratamento com aparelho ortodôntico, os quais apresentam uma oclusão adequada, mesmo fazendo bruxismo, vão ter consequências muito menores, podendo até serem assintomáticas.

Um dos tratamentos conhecidos para o bruxismo é o uso de uma placa miorrelaxante. Essa placa na verdade imita uma oclusão ideal, reproduzindo as guias corretas para a mordida, além de promover uma leve desoclusão dentária para posicionar a cabeça da mandíbula corretamente na articulação. Porém esse é um tratamento paliativo, ou seja, não trata a causa real do bruxismo. O famoso Botox, utilizado em cirurgias estéticas, tem sido um grande aliado na ajuda ao tratamento do bruxismo, pois ele faz uma inibição na contração excessiva dos músculos que promovem o bruxismo, causando uma diminuição do apertamento dentário.

O importante é sempre consultar um cirurgião dentista para a detecção do bruxismo e verificação das condições da mordida do paciente. Muitas vezes o paciente com bruxismo chega com uma sintomatologia não muito grave, e a simples correção da mordida, do encaixe dos dentes, evita o uso de placas e outras medidas usadas paliativamente contra o bruxismo. Porém, existem casos mais graves, que mesmo com a ortodontia, o paciente ainda assim precisa usar a placa e outras maneiras de controlar essa situação de apertamento. Por isso é importantíssimo um diagnóstico correto por um profissional habilitado.

“O melhor tratamento é o diganóstico correto”.